terça-feira, 30 de setembro de 2014

Atividades da Vida Diária

Inserida na valência Centro de Atividades Ocupacionais, a sala Atividades de Vida Diária (AVD), orientada pela monitora Isabel Rosa, representa uma mais valia para todos os utentes que a frequentam, na medida em que é no âmbito da mesma que se realizam diversas tarefas de desempenho ocupacional, cujo objetivo fundamental é o desenvolvimento do grau de independência, autonomia e integração da pessoa portadora de deficiência na sociedade.


"As Atividades de Vida Diária compreendem atividades fundamentais para a sobrevivência, como comer, manter-se limpo, participar de atividades sociais, realizar serviços domésticos etc."

FINGER, 1986

É neste espaço que são realizadas algumas atividades quotidianas que favorecem o desenvolvimento gradual da coordenação motora e da motricidade fina dos utentes que o frequentam, ao mesmo tempo que ampliam a noção de responsabilidade e de realização pessoal.

Importa salientar que foi desde 2012 que passou a ser feito, à terça-feira de manhã (grupo de 9 meninas autónomas), um treino de gestão doméstica que conta com o apoio da terapeuta Rita Almeida. 

Este treino consiste, por exemplo, na introdução de conhecimentos básicos ao nível da confeção das próprias refeições constituidas por sopa, 2º prato e sobremesa, que posteriormente são degustadas por elas próprias na sala AVD. 


Consiste ainda num treino de competências sociais, nomeadamente através da elaboração de cartazes relacionados com o tipo de tarefas que desempenham no âmbito desta sala (ex: "Como fazer uma sopa?") e da realização de pequenos "jogos" lúdicos que lhes permitam aos poucos e poucos desenvolver e aguçar o seu grau de autonomia (ex: através de um folheto de um supermercado seleccionar uma refeição equilibrada).

De facto, estas utentes adquirem ferramentas valiosas que lhes permitem ser mais auto-suficientes e autónomos no domínio doméstico, ajudando em casa na realização de tarefas como sejam descascar legumes, lavar/estender/apanhar/engomar a roupa, limpar a casa (ex: varrer, deitar o lixo fora, etc.) e confecionar sopas, bolos, doces da época e refeições simples


No que diz respeito à confeção de doces da época, importa referir que durante o mês de setembro já foram confecionados Doce de Tomate e Doce de Abóbora (com e sem nozes), que foram posteriormente vendidos em pequenos frasquinhos de vidro, devidamente decorados. Estes doces foram feitos inteiramente pelos utentes da sala AVD a partir de tomates e abóboras de grande qualidade que foram meticulosamente preparados para poderem dar origem a doces verdadeiramente deliciosos


Para além do mais é ainda nesta sala que, todas as manhãs, se procede ao empacotamento dos talheres para serem utilizados no refeitório.


Sazonalmente esta sala entra ainda em ação como apoio para diversas atividades de que são exemplo o Congresso da Sopa, para o qual preparam favas para uma das sopas, e o Magusto, para o qual retalham as castanhas.

A monitora Isabel Rosa está ligada à nossa instituição à cerca de 26 anos e é a responsável pelo Atelier Atividades da Vida Diária há mais de 12 anos


No entanto, desde a sua entrada para o CIRE em 1988 através do projeto 1º emprego da Segurança Social, a monitora Isabel Rosa já passou pela Educacional, pelo grupo de Bordados do CAO, pelo Atelier de Molas e pelo atelier da Técnica do Guardanapo.

Importa referir que a monitora Isabel Rosa, aquando da sua entrada para o CIRE se encontrava a estudar à noite e que quando terminou o 12º ano surgiu a oportunidade de realizar um estágio na sua área de estudo (secretariado). Contudo, preferiu ficar na nossa instituição porque como ela própria disse "Primeiro estranhei, mas depois entranhei!".


Resumindo e concluindo, o AVD é uma das salas mais importantes do CAO, na medida em que é lá que diariamente se lida com diversas tarefas presentes nos nossos quotidianos e que são ideais para o desenvolvimento das capacidades de cada utente, sempre sob supervisão da dedicada monitora Isabel Rosa.

Programa Escolhas | Férias em Ação!

Com o término do ano letivo escolar chega também o verão, o que significa mais tempo livre para realizar diferentes atividades com os nossos jovens! O principal objetivo é aprender e brincar, dentro e fora de portas com atividades tão divertidas quanto interessantes, o que tornou este verão inesquecível! 

EPA – ESCOLHAS DE PORTAS ABERTAS 2014

 

Mais um ano em que o Programa Escolhas realiza o Escolhas de Portas Abertas. Participantes e técnicos do nosso projeto partiram numa viagem até Lisboa para darem o seu contributo ao Programa Escolhas divulgando à comunidade o objetivo deste projeto e as tradições da nossa cidade. Tivemos, assim a oportunidade de realizar um workshop de como fazer as flores dos tabuleiros da nossa tradicional Festa dos Tabuleiros e também fizemos algumas pinturas.


segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Parabéns Rodrigo

Hoje o nosso utente Rodrigo Branco celebra o seu 37º aniversário. Muitos parabéns!!!!

Parabéns Simão

Hoje o nosso utente Simão celebra o seu 25º aniversário e teve direito a um bolo muito bonito que gostou muito de partilhar com os seus colegas. Muitos parabéns!!!!









sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Venda de Docinho de Abóbora

Hoje de manhã realizou-se no Centro de Atividades Ocupacionais uma pequena vendinha de frasquinhos de Doce de Abóbora, confeccionado pelos nossos utentes na sala Atividades da Vida Diária (AVD) e cujas embalagens foram realizadas pelos utentes da sala Atelier 1.


O doce foi confeccionado inteiramente pelos utentes da sala AVD a partir de abóboras de grande qualidade que foram meticulosamente preparadas para poderem dar origem a um docinho verdadeiramente delicioso


Em alguns frascos de doce foram ainda adicionadas algumas nozes para acrescentar alguma textura e sabor.

Em paralelo com os utentes do AVD trabalharam os utentes do Atelier 1, que ficaram responsáveis pela decoração dos frasquinhos, com o intuito de lhes dar uma imagem mais apelativa e adequada ao produto de qualidade que iriam, mais tarde, conter.

A venda de Docinho de Abóbora correu muito bem e os nossos utentes ficaram muito satisfeitos!

Mensagens Misteriosas no CAO

Quem andará a deixar estas frases inspiracionais no placard?

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Olaria e Cerâmica - Novo Atelier Ocupacional do CAO

Com o arranque do ano letivo 2014/2015 o Centro de Atividades Ocupacionais "abriu as portas" a um novo atelier ocupacional de Olaria e Cerâmica, que está a ter uma impressionante aderência por parte dos utentes desta valência.



O Atelier Ocupacional "Olaria e Cerâmica" é um atelier que utiliza como matéria-prima o barro, moldável e transformável, o que permite que os nossos utentes trabalhem a sua motricidade fina, o conceito de forma e que, sobretudo, estimulem a sua criatividade plástica e artística.
Este atelier conta com a orientação de um formador certificado com um CAP na área da cerâmica, de seu nome João Pinto, que trabalha no sentido de ensinar aos nossos utentes todas as fases do processo, desde a moldagem do barro até à decoração e cozedura do mesmo.


Para já, os nossos utentes encontram-se a desenvolver algumas peças que vão desde presépios, a máscaras e colares, cuja finalidade será a venda tanto na Lojinha CIRE Arte, como em eventuais oportunidades que surjam para a comercialização das mesmas fora da instituição.


O orientador deste grupo demostrou ainda uma grande vontade de virem a ser feitas algumas exposições dos trabalhos realizados neste atelier, com o intuito de dar a conhecer ao público em geral a veia artística dos nossos utentes.


Parabéns Rúben Herculano

Hoje o nosso utente Rúben Herculano comemora o seu 28º aniversário. Muitos parabéns!!



quarta-feira, 24 de setembro de 2014

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Recordar é Viver - 14º Aniversário CIRE (1990)

Porque "recordar é viver", hoje recordamos a comemoração do 14º aniversário do CIRE que ficou registada para sempre nestas fotografias:













sexta-feira, 19 de setembro de 2014

CIRE Arte: A Nossa Lojinha

O espaço CIRE Arte, também conhecido como a Lojinha do CIRE, é um espaço que funciona por grupos, de forma rotativa e sequencial, sendo orientado pela monitora São. Em cada dia esta sala é frequentada por um grupo de jovens distinto, que procuram explorar os seus dotes para o comércio, ao mesmo tempo que melhoram continuamente a sua destreza e habilidade manual com a realização de diversas tarefas indispensáveis para o funcionamento deste espaço e das demais salas do CAO.



Neste espaço desenvolvem-se diariamente diferentes atividades lúdicas que se adequam sempre às capacidades dos grupos que o frequentam.  

Alguns utentes, por exemplo, são reponsáveis pela produção de embrulhos com vários tamanhos para os mais variados tipos de presentes, utilizando um tipo de papel próprio para o efeito e recorrendo às tecnicas de dobragem e colagem. 



Muitos dos utentes que frequentam esta sala também gostam de dar o seu contributo na criação de laços para presentes, quer através da contagem de seis fitas e dobragem das mesmas ao meio, quer através do processo de agrupamento das fitas e posterior encaracolamento das mesmas. 



Estes laços, à semelhança dos embrulhos, serão posteriormente utilizados em algumas vendas sazonais realizadas pelo CIRE, como é o caso da habitual venda de Natal. 

No CIRE Arte há ainda espaço para os utentes que gostam de se dedicar à elaboração de cordão para os teares, que são realizados tanto nesta sala (por exemplo pelo utente Joca que também é autor dos bancos de madeira e corda entrançada disponíveis para venda na nossa lojinha), como em outras salas do Centro de Atividades Ocupacionais.



Existem ainda alguns utentes que preferem simplesmente realizar fichas de trabalho ou pintar desenhos para passarem o tempo.



Sendo que o CIRE Arte é a Lojinha da nossa instituição, os utentes que por aqui passam são diariamente preparados pela monitora São para fazerem um atendimento ao público adequado, uma vez que é neste espaço que os projetos realizados pelos utentes das várias salas da valência CAO se encontram disponíveis para encomendas e/ou para venda.

Importa ainda acrescentar que, sempre que necessário, é neste espaço que se presta apoio às encomendas de maior dimensão das demais salas do CAO (ex: Festa dos Tabuleiros). 

Para além do mais, os utentes do CIRE Arte são ainda instruídos para garantirem a manutenção de um espaço arrumado e limpo que passe uma boa imagem da instituição para o público em geral.


Para a realização de todas estas atividades de uma forma correta e ordenada é imprescindível a presença de uma monitora paciente mas com "pulso firme", focada na passagem diária dos seus conhecimentos aos utentes, com o intuito dos mesmos continuarem a evoluir de uma forma lúdica e benéfica para eles.

De facto, a monitora São, tem conseguido transmitir ensinamentos vários aos utentes do CIRE Arte que nutrem um enorme carinho por esta responsável, facilmente observável na cumplicidade que existe entre todos. 

monitora São entrou para o CIRE por volta dos seus 20 anos e conta já com 26 anos ao serviço da Instituição, tendo já passado por três valências distintas - ASE (5 anos), CRP (14 anos a dar formação prática na área do comércio na loja CIRE Arte) e CAO (onde está há 6 anos e já passou pelo CAO3 e pelo CIRE Arte) - que para ela representam três etapas da sua vida. 



A sua entrega, dedicação e amor pelos utentes e pelo que faz são evidentes, espelhando-se diariamente em todo o trabalho realizado pelos utentes que frequentam a Lojinha do CIRE.

Para além do mais, importa referir que é sobre esta monitora que recai a responsabilidade de, sazonalmente (ex: Natal), preparar todos os produtos disponíveis na Lojinha para serem levados para uma loja no centro da nossa cidade e vice-versa quando termina a época em questão. Nestes períodos o CIRE Arte muda de "casa" temporariamente, o que envolve, naturalmente, muito trabalho que acaba por ser recompensado de alguma maneira pelo crescimento das vendas durante esse tempo.

Regra geral, durante o resto do ano, os produtos disponíveis no CIRE Arte são maioritariamente vendidos a funcionários, utentes e familiares de utentes do CIRE, não havendo uma adesão do público em geral tão representativa como seria desejável para a nossa instituição.

Atualmente a nossa loja tem ao seu dispor uma vasta gama de produtos que vai desde os tapetes de tear, tapetes de esmirna, tapetes de arraiolos, molduras, panos bordados, cestas de tirela, velinhas a óleo, sacos de pano, aventais, bijuteria, puxa sacos, panos de tabuleiro, bancos/cadeiras de madeira e corda, t-shirts pintadas à mão, quadros, sacos de pão, malas em tirela, bonecos de pano, decorações várias (ex: cortinas), porta-chuchas, porta-chaves, porta-moedas, porta-documentos para bébés, lençois de bébé, saco para a primeira roupinha do bébé, até às toalhas bordadas, etc.. 



Convém referir que, como aceitamos encomendas, temos a possibilidade de personalizar os nossos produtos de acordo com o seu gosto pessoal. Para além do mais, ao comprar ou encomendar qualquer dos trabalhos realizados pelos nossos utentes com necessidades especiais estará a ajudá-los a sentirem-se mais úteis e valorizados, promovendo ainda o seu sentido de solidariedade e entreajuda para com os jovens que mais necessitam.

Venha visitar-nos e maravilhe-se com as peças de artesanato únicas que temos à sua espera!

Mais de 5000 "Gostos" no Facebook do CIRE

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

A Vendinha Correu Bem!

No dia 12 de setembro de 2014, realizou-se no Centro de Atividades Ocupacionais uma pequena vendinha de frasquinhos de Doce de Tomate, confeccionado pelos nossos utentes na sala Atividades da Vida Diária (AVD) e cujas embalagens foram realizadas pelos utentes da sala Atelier 1.


O doce foi confeccionado inteiramente pelos utentes da sala AVD a partir de uma generosa quantidade de tomate que foi meticulosamente preparado para poder dar origem a um docinho verdadeiramente saboroso que fez as delicias de quem o comprou.

A venda de Docinho de Tomate correu muito bem e os nossos utentes ficaram muito satisfeitos!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Venda de Docinho de Tomate

Amanhã, dia 12 de setembro de 2014, irá realizar-se no Centro de Atividades Ocupacionais uma pequena vendinha de frasquinhos de Doce de Tomate, confeccionado pelos nossos utentes na sala Atividades da Vida Diária (AVD) e cujas embalagens foram realizadas pelos utentes da sala Atelier 1.


O doce foi confeccionado inteiramente pelos utentes da sala AVD a partir de uma generosa quantidade de tomate (oferecida ao CIRE por uma colaboradora) que foi meticulosamente preparada para poder dar origem a um docinho verdadeiramente delicioso.

Em paralelo com os utentes do AVD trabalharam os utentes do Atelier 1, que ficaram responsáveis pela decoração dos frasquinhos, com o intuito de lhes dar uma imagem mais apelativa e adequada ao produto de qualidade que iriam, mais tarde, conter.


Cada delicioso frasquinho de doce caseiro terá o custo de 1,50€ e promete deixá-lo com água na boca!